Volume
Exatamente 01 ano vitima foi preso, motorista de ambulância é executado a tiros no interior de Rondônia.
08/01/2018 - 18h01 em Policia

A vítima foi alvo de um mandado de prisão no dia 07 de janeiro de 2017, em razão do assassinato do ex-prefeito de Ministro Andreazza, Neuri Carlos Persch, de 48 anos, assassinado a tiros na noite de 4 de Janeiro de 2017.

 

O funcionário público Laércio Nunes Brites, 49 anos de idade, motorista da ambulância do Hospital Municipal de Ministro Andreazza, morreu ontem (7) à noite, ao dar entrada no pronto socorro do hospital onde trabalhava.

Laércio foi baleado três vezes enquanto conversava no pátio da igreja Assembleia de Deus, próximo ao portão. 

Conforme informações de testemunhas, era por volta das 21h20, quando o atirador  vestido de jaqueta, carregando uma mochila nas costas, efetuou os disparos e fugiu numa motocicleta. 

Um detalhe que chamou a atenção da polícia é o fato do assassino, não usar capacete. 

Quando a PM chegou para atender a ocorrência, Laércio estava sendo socorrido pelo irmão Lizeu Brites, que é enfermeiro. 

A população ficou chocada com o crime, Laércio era muito conhecido na cidade, por ser morador antigo e motorista da ambulância. 

A polícia trabalha com a hipótese de acerto de contas, embora nenhuma outra linha de investigação será descartada. 

A vítima do homicídio tinha passagem pela polícia, inclusive a exatamente um ano, no dia 7 de janeiro de 2017, Laércio foi preso durante uma mega operação policial em Ministro Andreazza. 

A polícia cumpriu mandado de busca e apreensão, na casa do suspeito. 

O cumprimento do mandado foi efetuado pela PC e o GOE. 

As buscas e os mandados foram deflagrados em razão do assassinato do ex-prefeito de Ministro Andreazza, Neuri Carlos Persch, de 48 anos, assassinado a tiros na noite de 4 de Janeiro de 2017.

 

Com informações do Planeta Folha

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!