Volume
Temer recebe passe de suposto pai de santo durante convenção do PMDB
19/12/2017 - 20h39 em Religião

Pai Uzêda afirmou que Temer foi vítima de ‘trabalho da vodu’

 

BRASÍLIA - O presidente Michel Temer recebeu um passe de um homem que se apresenta como Pai Uzêda, na manhã desta terça-feira, durante a convenção do PMDB. 

 

O suposto pai de santo é uma figura folclórica que circula em eventos oficiais, como a posse de Joaquim Barbosa na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), em 2012. Ele subiu ao palco logo após a chegada de Temer, que havia cancelado de última hora sua participação no evento, mas apareceu de surpresa, quando toda a equipe de assessoria já havia deixado o local.

 

Pai Uzêda disse, após o evento, que Temer está sendo vítima de "muita macumba". E que o "trabalho" feito contra o presidente era para matá-lo, por isso ele ficou doente. 

 

Temer foi submetido a dois procedimentos cirúrgicos por problemas na uretra e outro para desobstruir a artéria coronária nos últimos dois meses.

 

Ele já foi candidato a deputado estadual pelo PP no Rio de Janeiro nas eleições de 2014, e falou que foi contratado pelo PMDB para benzer Temer e o Palácio do Jaburu, onde o presidente mora em Brasília. 

 

O partido nega que tenha contratado os serviços de Pai Uzêda.

— Fizeram um trabalho de vodu contra o presidente Temer, por isso que ele teve a doença. Jogaram pesado contra o presidente. Eu fui defumar, benzer, tirar tudo. 

 

Foram encontrados quatro bonecos com foto do doutor Michel. O trabalho que fizeram contra o Dr. Michel foi para ele morrer no hospital.

 

De acordo com ele, a macumba era para atingir, além de Temer, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e "toda a cúpula do PMDB".

Em março de 2015, meses antes de ser aceito o pedido de impeachment contra a ex-presidente Dilma, Pai Uzêda conseguiu entrar no Palácio do Planalto para entregar uma carta para a petista, avisando que ela deveria se defender de alguns políticos, como o então presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que teve o mandato cassado e está preso.

No cartão de visitas do pai de santo está escrito que ele faz "serviço espiritual de limpeza do corpo por meio de jogos de búzios africanos e defumações em residências e escritórios para eliminar trabalhos de macumba e olho gordo". 

 

Quando conseguiu subir ao palco para fazer o passe em Temer, ele usou ramos de guiné. Surpreso, Temer abriu os braços para receber o passe.

 

Após o evento, Temer foi cercado por jornalistas que tentaram chegar perto, perguntando se está tudo bem com a saúde dele. 

 

Ele apenas sorriu.

 

Com informações do Portal o Globo

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!