Volume
Preço médio do frango vivo sobe mais de 8% em Minas Gerais.
16/10/2017 - 20h55 em Agronegocios

Além do repasse dos elevados custos de produção, a menor oferta de animais contribuiu para impulsionar as cotações.

 

Os preços do frango vivo e da carne seguem em alta em todas as regiões acompanhadas pelo Cepea.

 

De junho para julho, o aumento no valor médio do vivo supera os 8% e o da carne, 7%.

 

Pesquisadores do Cepea indicam que, além do repasse dos elevados custos de produção (especialmente milho e farelo de soja), a menor oferta de animais contribuiu para impulsionar as cotações no setor avícola.  

 

Com os recentes aumentos, os preços médios do frango vivo em São Paulo e em Minas Gerais são os maiores para um mês de julho desde 2009, em termos reais. No estado de São Paulo, o preço médio do frango vivo está em R$ 2,90 por quilo neste mês, 6,5% superior ao de junho e 1% acima do de julho de 2015, em termos reais.  

 

Em Minas Gerais, a alta é de 8,4% na comparação mensal e de 3% na anual, com a média a R$ 2,99 por quilo neste mês. No atacado, o ritmo satisfatório de vendas no mercado doméstico vem contribuindo para elevar as cotações.

 

Para o frango inteiro congelado, a maior alta de junho para julho foi verificada em Minas Gerais (7,5%), com o quilo do produto cotado a R$ 3,97 por quilo na parcial deste mês.  

 

Em São Paulo, a valorização foi de 0,7% no mesmo período, com o quilo do produto comercializado a R$ 3,96. O frango inteiro resfriado se valorizou 6,7% em MG e 3,9% em SP, com o produto comercializado a R$ 4,14 por quilo e a R$ 4,08 por quilo, em média.


Com informações SF Agro | Farming Brasil e Cepea.

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!