Volume
Marido que recusou desligar os aparelhos de sua esposa depois que ela havia sofrido um ataque do coração e derrame.
13/10/2017 - 0h22 em Mundo

Revela como ela teve uma “recuperação miraculosa” — e agora tiveram um bebê.

 

Um marido que recusou permitir que os médicos desligassem os aparelhos que mantinham sua esposa viva revelou como ela depois teve uma recuperação “miraculosa.”


Alexander Way, de 44 anos, sentiu-se devastado depois que sua amada esposa Beatrice, de 42 anos, sofreu um derrame e ataque do coração em seu lar na vila de Ugley, Essex, Inglaterra, seis anos atrás.


Com Beatrice de coma, Alexander lembrou como ele ficou “perplexo” quando os médicos perguntaram se ele queria desligar os aparelhos que a mantinham viva e doar os órgãos dela. Ele veementemente recusou e exortou a equipe médica a continuar o tratamento.


Beatrice desafiou as adversidades e teve uma recuperação total e no ano passado o casal teve seu primeiro filho juntos, uma menina chamada Rosemary.


Beatrice disse: “Rosemary se tornou um bebê belo e saudável. Todos os dias são um lembrete de como temos sorte.”

 

 

 

Como tudo aconteceu. Beatrice havia de repente passado mal e sofreu um ataque do coração. Dois dias depois, ela entrou em coma.


Alexander disse: “Os médicos insistiam em que Beatrice tinha muito pouca reação cerebral e que não havia jeito de ela chegar a melhorar. Se ela chegasse a despertar, ela mal reagiria aos outros. Ela também ficaria cega”.


Os médicos também perguntaram se ele doaria os órgãos dela para transplante.
Alexander disse a eles: “Não desliguem as máquinas que mantêm minha esposa viva”.

Beatrice foi transferida para uma unidade neurocirúrgica em que ela recebeu tratamento especializado. Quatro semanas mais tarde ela despertou no hospital. 

 

A mãe de um filho mais tarde ficou sabendo que ela havia sofrido o ataque devido a uma deficiência coronária chamada cardiomiopatia hipertrófica congênita.


Nos próximos nove meses: Beatrice fez reabilitação intensiva que a ajudou a vencer a paralisia que afetava sua perna e braço esquerdos.


Não obstante os médicos avisarem de que o casal deveria evitar uma gravidez, Beatrice e Alexander avançaram, apesar das dificuldades, e em junho do ano passado eles tiveram Rosemary.

 

 

Beatrice Way e sua filha Rosemary


Alexander disse: “Esperamos que nossa experiência dê a outros a confiança de saber que é possível continuar quando seus parentes estão desesperadamente doentes”. Isso é algo que sentimos muito forte. 

 

É vital investigar todas as opções antes de concordar com decisões de vida e morte envolvendo nossos amados. Não tenho dúvida nenhuma de que a oração nos ajudou a atravessar nossos momentos escuros. A oração foi muito importante para nós em tudo. 

 

Sou verdadeiramente abençoado de ter Beatrice e Rosemary. “Devemos a Deus o milagre da sobrevivência de Beatrice e Rosemary.”

 

Beatrice acrescentou: “Sou tão grata a Alexander por questionar os médicos que achavam que minha vida estava acabada. Ele salvou a minha vida”.


Traduzido e editado por Julio Severo do original em inglês do DailyMail: 
Husband who REFUSED to switch off his wife's life support after she had a heart attack and a stroke reveals how she made a 'miraculous' recovery - and now they've welcomed a baby girl

 


Phonte DailyMail

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Publicidade