Japão ativa sistemas antimísseis para frear Coreia do Norte
12/08/2017 - 20h47 em Mundo

Porta-voz do governo japonês afirma que o Japão 'jamais vai tolerar' as provocações da Coreia do Norte e que o país adotará 'medidas' para contê-las

 

Em resposta à ameaça do governo norte-coreano de atacar a ilha americana de Guam com mísseis sobre o território japonês, o Japão ativou neste sábado (12) o seu sistema de defesa antimísseis Patriot.

O ministério da Defesa decidiu ativar o sistema de proteção aérea Patriot 3 (PAC-3) em Shimane, Hiroshima e Kochi. Regiões que, segundo a Coreia do Norte, poderão ser sobrevoadas pelos mísseis que seguirão em direção ao território norte-americano, como divulgado pela "France Presse".

A TV japonesa transmitiu imagens de veículos militares fazendo o transporte de plataformas de mísseis e outros artefatos militares para a base de Kochi, antes do amanhecer. O governo quer finalizar a instalação do sistema ainda neste sábado, revelou a agência Kyodo News, citando o ministério da Defesa.

A tensão aumentou após ameaças do líder da Coreia do Norte Kim Jong-un, respondidas à altura pelo presidente dos Estados Unidos Donald Trump.

 

Yoshihide Suga, porta-voz do governo japonês, afirmou que o Japão "jamais vai tolerar" as provocações da Coreia do Norte e que o país adotará "medidas" para contê-las.

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Publicidade4
Publicidade